Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Marketing de Permissão: aquele que não interrompe a sua programação

O marketing clássico é caracterizado pela repetição e pela interrupção da audiência, presente até hoje na televisão, rádio, jornais, revistas e até mesmo na internet. O marketing digital trouxe outra abordagem, mais segmentada e direcionada, buscando converter o público em potenciais clientes. Porém, até mesmo na internet, ele traz vícios do marketing antigo, como as propagandas que interrompem um vídeo, por exemplo.

Para deixar esses vícios de lado e fazer uma comunicação verdadeiramente direcionada, surgiu o Marketing de Permissão, termo criado pelo escritor americano Seth Godin, em 1999, que busca o diálogo entre marca e potencial cliente, feito através de uma autorização prévia.

Dessa forma, o anúncio agressivo ou de interrupção, que só vai gerar sentimentos negativos no potencial cliente, não é necessário. A decisão está com ele dele, o que faz o Marketing de Permissão ser tão vantajoso para as empresas, dando mais transparência, gerando confiança e relacionamentos de longo prazo.

A abordagem mais amigável traz inúmeras vantagens. Apenas quem realmente está interessado no que a marca propõe é impactado pelo conteúdo, o que resulta em estratégias muito mais efetivas e personalizadas com altas chances de conversão.

A redução de gasto de tempo (logo, dinheiro) também é visível, uma vez que o serviço oferecido pela empresa é direcionado estrategicamente para quem solicitou. Fica muito mais fácil produzir conteúdo, gerar materiais, disponibilizar ofertas e outras demandas ao focar em quem realmente interessa.

Outro ponto é o crescimento da credibilidade da empresa. Ao enxergar o público como algo que vai além dos números, a venda é apenas uma consequência. Isso porque o cliente final já foi conquistado de diferentes maneiras, com informações que agregam e acabam com as suas dores sem que seja necessário invadir sua privacidade.

Conteúdos que realmente interessam ao público, com diferentes formatos e de grande profundidade e utilização de formulários com a possibilidade de descadastramento dos usuários, são algumas das formas de implantar o Marketing de Permissão, que possui grande ligação com o Inbound Marketing, uma vez que ambos buscam conquistar clientes de forma mais espontânea e natural.